Água não combina com uso de lentes de contato

O verão e suas altas temperaturas estão à nossa porta. Morar em um país tropical é sinônimo de banhos de piscina, rios, lagos, chuveiros e até mesmo mangueiras. Uma delícia para nos refrescarmos, não é mesmo?

As pessoas que precisam de óculos e não querem o incômodo de usá-los nesses locais perguntam com frequência se podem usar lentes de contato e abrir os olhos na água. A resposta é simples: água e lentes de contato são uma péssima combinação.

Não entre na água usando lentes de contato. Isto inclui rios, lagos, mar, piscinas e até chuveiros. Não abra os olhos nesses locais e não permita o contato da água com as lentes.

O motivo é muito simples: a água pode conter muitas ameaças microscópicas, ampliando as chances de contaminar suas lentes de contato e originar muitos problemas bastante sérios.

Uma dessas ameaças é a infecção da córnea por Acanthamoeba, que adora água bem limpinha e tratada e pode afetar usuários de lentes de contato com uma terrível infecção, de difícil controle, e que acarreta, em muitos casos, a necessidade de transplante de córnea.

Essa doença é caracterizada por olho dolorido, vermelho, embaçamento da visão e sensibilidade à luz. Por esse motivo, jamais use água da torneira para enxaguar ou guardar as lentes de contato.

As lentes de contato descartáveis diárias, aquelas que você usa e joga fora todo dia, são uma tendência mundial, pois podem ajudar a reduzir o risco e a gravidade das infecções oculares, mas saiba que usá-las não elimina completamente o risco de ocorrência de uma infecção.

Essas lentes descartáveis diárias evitam a necessidade de rotinas de limpeza diárias e fornecem um par novo e confortável todos os dias.

Ao usar lentes de contato, outra recomendação é ter bons hábitos de higiene. Mãos sempre muito bem lavadas antes de colocar ou retirar as lentes e também antes de pingar colírios lubrificantes, que trazem mais conforto para os usuários de lentes de contato.

Em último caso, se você for usar mesmo assim as lentes nesses locais que comentamos, use óculos de mergulho ou natação, para que não haja contato da água com as lentes de contato. E caso seus olhos tenham algum contato com a água, troque de lente.

Lembre-se: olho vermelho, secreção, dor ou diminuição da visão são sinais de alerta! Retire imediatamente as suas lentes e procure um oftalmologista, único profissional capacitado para adaptação, acompanhamento  e tratamento  das possíveis complicações decorrentes do uso das mesmas.

 

Abraços,

 

Marcelo Creppe

 

Marcelo Creppe – Oftalmologista

CRM 82218-SP / RQE 41042 / CBO 104.343

Deixe uma resposta